• 2016,  Sessões

    Fotos sessão dominação no RJ – bondage, cock Cage eletrochoque e outras coisitas “más”

    Eu tirando uma selfie antes da sessão enquanto o escravo estava no elevador do flat em Copacabana,  onde fiquei dessa última vez. Vou falar um pouco sobre o Cock Cage, que usei nesse dia, como podem ver na foto abaixo trata-se de um acessório específico que emite ondas leves a moderadas, de eletrochoque; (eletroestimulacão) no pênis e testículos. Usa-se assim: Quase como colocar um cinto de castidade. Eu pretendo fazer um vídeo mostrando isso mais pra frente. Eu tive um pouco de dificuldade, pra quem estiver iniciando esse video será bem útil. Acho engraçado nos vídeos fetichistas, já aparece td pronto, escravo amarrado etc.. rsrs não aparecem essas preparações, que…

  • 2015,  Podolatria,  Sessões

    Testando limites

    Como o meu desejo é uma ordem, fomos ao motel classe A na mooca, na suíte temática sado, acho que a única que eu ainda não havia conhecido em SP. A suíte provavelmente estaria ocupada. Então fiz com que ele certificasse tudo antes, ligou no motel para saber e chegamos bem no horário de saída do casal (às 19:00). Não contávamos que eles iriam adicionar mais uma hora, conclusão: Aguardamos no estacionamento até as 20:00, o escravo trouxe um vinho ótimo chileno chamado MediaNoche (ele sabe e só trás os melhores), começamos uma sessão podo no carro! Levou as minhas coisas para o quarto, saiu e ao meu comando entrou, só…

  • 2015,  Sessões

    Black Diamond – parte 2

    Assim que ele saiu levantei dei uma volta ao seu redor e fiz questão que ele me visse com a calcinha, me aproximei então segurando-o com uma só mão pelo pescoço fui empurrando até o chão. Me sentando e trazendo ele para a sua posição correta. – É daí, a sua visão, do chão! Apreciei muito os presentes, agora irei agradecer, você terá a honra de limpar as minhas sandálias, pode começar pela sola! Ele lambeu beijou, limpou tudinho, até que certa hora foi banqueta para eu descansar os meus pézinhos, assim foi até que eu terminei o cigarro, e disse que estava bom. – Basta agora, vamos colocar a sua…

  • 2015,  Diversos

    Podolatria e Bondage

    Ele totalmente a mercê, bondage tecendo entrelaçando suas mãos/braços e pés/pernas com maestria perfeita. Imóvel, ele se torna um móvel. Tal qual um objeto para o bel prazer dela. E a Domme calma, tranquila. Olho no olho. Dela nota-se um olhar sereno, malicioso e ao mesmo tempo, malvado e penetrante. Posição perfeita também para os pés, diretamente no rosto dele. Para que ele saiba ou para que não se esqueça que o seu lugar é ali mesmo, abaixo deles. As delicadas mãos dela entre as suas próprias pernas cruzadas, de forma que não se sabe ao certo onde ela toca. E seja qual for a sua conclusão para esse dilema,…

  • 2015,  Diversos,  Podolatria

    Scarpin doce Scarpin

    Foi escolhido por mim e comprado por R. no dia do meu aniversário! Chegou em casa hoje, meu lindo Scarpin vermelho Santa Lolla!!! Está pra ser criado um sapato mais democrático e versátil que o scarpin. Agradando as mulheres dos mais variados estilos e caindo bem para qualquer ocasião, o sapato é considerado uma das peças mais tradicionais da moda feminina. A origem: Scarpin vem do nome scarpa (sapato em italiano), e do diminuitivo scarpino. O modelo surgiu no ano de 1947 com o objetivo de inserir um “New Look” para as mulheres desse período de pós guerra. Uma nova forma de se vestir, calçar e de comportamento apareceu junto…

  • 2015,  Artigos BDSM

    Spankig e seus acessórios

    Acessórios para Spanking Acessórios de curta distância: São indicados para punições mais leves, onde o objetivo não seja somente a dor, mas também a punição moral. A posição mais indicada é o submisso sobre os joelhos da Dominadora (colo). Acessórios de longa distância: São indicados para punições severas. As posições podem variar de acordo com o instrumento e a comodidade do Dominador em relação ao submisso.

  • 2015,  Artigos BDSM

    Buscando sua Domme

    Encontrar perfis semelhantes entre Dommes /subs é indispensável para que a entrega seja plena e mágica como deve ser. Acontece que muitas vezes com o objetivo de agradar a uma Dominadora, o submisso deixa de ser sincero sobre os seus gostos e limites, o dificulta a compreensão do seu perfil. Ao se apresentar seja sincero consigo mesmo e diga a verdade sempre. Cada dominadora tem o seu perfil, as suas preferências. Assim como cada submisso também tem. Esse universo chamado BDSM é muito além que libertador, é vasto, profundo, intenso. Torna-se de extrema necessidade o mínimo de conhecimento mútuo evitando possíveis frustrações de ambos os lados. Antes que digam: ”…